Receitas úteis, práticas e sempre deliciosas!
I'm a fan of Shaun the Sheep!

*Julho 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

*posts recentes

* Tenho um novo Blog de Rec...

* Bolo do Caco

* Cabaz de Natal 4 Patas

* Massa sovada - Faial

* Gelado de manga

* Crepes com cogumelos e mi...

* Cozido de Lagoa das Furna...

* Bolo Lêvedo

* Bacalhau com Natas

* Arroz Doce

*arquivos

* Julho 2012

* Junho 2009

* Dezembro 2008

* Março 2008

* Fevereiro 2008

* Janeiro 2008

*tags

* todas as tags

*favorito

* ...

* ...

* ...

* Admite.....

* Os números

* Objectivo da Semana

* Curiosidades impossíveis

* Advertências nas embalage...

* Desenhar a Mona Lisa no P...

*RecyclingPin

Spread the Recycling Message Todas as receitas estão no Petitchef

*Estou em contagem decrescente...!!

Quarta-feira, 3 de Junho de 2009

Bolo do Caco

A receita do Bolo do Caco retirado de um site de Gastronomia Típica.
Eu não faço o pão, não tenho "jeito" nem espaço.
A massa para o bolo do caco é uma massa de pão de trigo vulgar, feita com farinha de trigo, fermento de padeiro (feito em casa ou industrial), água e sal.
Fazendo o fermento em casa, este obtém-se misturando um pouco de farinha com água morna nas quantidades necessárias para resultar uma massa mole.
Esta massa é deixada durante 1, 2 ou 3 dias a fermentar; depois utiliza-se juntando à farinha.
A proporção depende do tempo que tem de fermentação.
Usando o chamado fermento de padeiro industrial, este é utilizado na proporção de 30 a 50 grs por cada quilo de farinha de trigo.
Feita e fermentada a massa de pão (que até se pode comprar na padaria), divide-se em bolas que se achatam de modo a formar uma bolacha com a espessura de 3 cm e um palmo de diâmetro.
Tem-se uma pedra muito quente, sobre a qual se coloca a bolacha.
Deixa-se cozer e ganhar uma crosta fina, mas ligeiramente queimada.
Vira-se e deixa-se cozer igualmente do outro lado.
Pega-se agora na bolacha na vertical e roda-se de modo a alourar também os bordos.
O bolo do caco acompanha a refeição ou pode comer-se quente, simplesmente com manteiga.
É indispensável para acompanhar a espetada nas romarias.
È condição para a boa cozedura do bolo do caco que a pedra esteja escaldante, sendo aquecida por meio de qualquer combustível, podendo até ser usado para o efeito um vulgar fogão a gás.
Diz-se que antigamente era de basalto a pedra onde se cozia o bolo do caco.
Hoje vendem-se na Madeira, nas casas de artigos de construção, placas de cimento que se substituem as referidas pedras de basalto.

Faço a manteiga para colocar em cima.
Compro o paozinho já feito, depois chego a casa, coloco no forno só para torrar levemente.
A manteiga é manteiguinha da boa  Grin misturada numa almofariz com alho e salsa.
Depois é só barrar no pão quentinho!!!!!!
Fica assim:

 

publicado por Sónia às 08:54
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Espaço M a 30 de Outubro de 2009 às 14:38
Hummm
Deve ser delicioso. Eu cá estou sempre aberta a novas experiências.

Vem comentar o meu blog.

Beijinhos
MD'
De Octávio a 30 de Dezembro de 2010 às 16:18
Olá,

Possuo vários blogs de receitas e ando à procura de parceiros para eles e troca de links.
Se estiver interessado, basta adicionar os nossos links e responder a este email (wservir@gmail.com) com os seus links para que possamos adicionar também.


http://receitas-afrodisiacas.blogspot.com/
http://entradas-receitas.blogspot.com/
http://receitas-diabeticos-dieteticas.blogspot.com/
http://receitas-sem-gluten.blogspot.com/
http://receitasnatal.blogspot.com/
http://receitasfimdeano.blogspot.com/
http://receitas-cocktails.blogspot.com/
http://receitas-pascoa.blogspot.com/

E ainda o site http://pt.petitchef.com

Comentar post

badge

*mais sobre mim

*pesquisar

 

*Diz o que te vai na Alma!

*O meu orgulho!



Create a Lava Lamp