Receitas úteis, práticas e sempre deliciosas!
I'm a fan of Shaun the Sheep!

*Julho 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

*posts recentes

* Tenho um novo Blog de Rec...

* Bolo do Caco

* Cabaz de Natal 4 Patas

* Massa sovada - Faial

* Gelado de manga

* Crepes com cogumelos e mi...

* Cozido de Lagoa das Furna...

* Bolo Lêvedo

* Bacalhau com Natas

* Arroz Doce

*arquivos

* Julho 2012

* Junho 2009

* Dezembro 2008

* Março 2008

* Fevereiro 2008

* Janeiro 2008

*tags

* todas as tags

*favorito

* Admite.....

* Os números

* Objectivo da Semana

* Curiosidades impossíveis

* Advertências nas embalage...

* Desenhar a Mona Lisa no P...

* Quero começar qualquer co...

* Palavras Proibidas

*RecyclingPin

Spread the Recycling Message Todas as receitas estão no Petitchef

*Estou em contagem decrescente...!!

Quinta-feira, 13 de Março de 2008

Cozido de Lagoa das Furnas

Cozido de Lagoa das Furnas

S. MIGUEL


Ingredientes:
Para 8 a 10 pessoas

1,5 kg de chambão de vaca ;
1 kg de carne de porco (perna ou pá) ;
1 galinha ;
3 chouriços grandes (chouriço de carne) ;
250 g de toucinho entremeado fumado ;
100 g toucinho gordo ;
2 repolhos brancos grandes ;
16 batatas médias ;
8 cenouras ;
4 nabos ;
1 couve portuguesa grande ;
pimenta da terra (malagueta vermelha local) ;
sal


Confecção:

Cortam-se as carnes, incluindo a galinha, aos bocados grandes. Os enchidos e o toucinho em bocados regulares. Descascam-se as batatas e cortam-se algumas deixando outras inteiras. Raspam-se as cenouras e cortam-se ao meio no sentido do comprimento. Cortam-se os nabos e as couves aos quartos. Abrem-se as malaguetas ao meio (estas são facultativas).
Introduzem-se todos os ingrediente em camadas alternadas numa panela de alumínio. A última camada é polvilhada com sal grosso. Abafa-se tudo com folhas de couve e tapa-se a panela com a respectiva tampa que se ata ás asas da panela. Mete-se a panela numa saca, que é por sua vez amarrada com uma corda comprida.

Introduz-se a panela numa caldeira natural da Lagoa das Furnas,

tapa-se a caldeira com uma tampa de madeira e depois com terra, deixando a corda de fora. Cinco horas depois, o cozido está pronto e retira-se da caldeira.
Tiram-se as folhas de couve com que se abafou o cozido (estas não se comem) e servem-se as hortaliças num prato e as carnes noutro.
Querendo fazer a sopa do cozido, devem todos os ingredientes ser introduzidos num saco de pano branco e atado. Põem-se no fundo da panela folhas de repolho branco cortadas, introduz-se o saco com o cozido e procede-se como se diz para tapar e cozer o cozido.
O líquido que «destila» dos alimentos dá o caldo para a sopa, que será servida em pratos onde já se colocaram fatias de pão e alguns «galhos» (raminhos) de hortelã. O caldo deita-se sobre o pão juntamente com as folhas de couve que foram postas no fundo da panela para o efeito.
Esta é a forma actual de fazer o célebre cozido das Furnas. Antigamente, porém, todos os ingredientes eram introduzidos na galinha, que se conservava inteira, ficando de fora apenas os que não coubessem dentro da ave.
Este cozido pode ainda ser feito sem panela, mas dentro de panos. Nesse caso, usa-se um ou dois panos brancos, dentro dos quais se deitam os ingredientes para o cozido. Atam-se os panos em trouxa, metem-se numa saca, ata-se e, finalmente, mete-se numa serapilheira. Introduz-se na caldeira. O cozido feito por este processo feito por este processo fica mais seco (os sucos dos alimentos dispersam-se na terra) e com um ligeiro sabor a enxofre.

publicado por Sónia às 18:13
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De samueldabo a 13 de Março de 2008 às 18:46
Viva,
pode mandar servir, com vinho do pico.
Adorei o cozido.
Adorei S. Miguel em toda a sua plenitude.
Adorei as mulheres de cabelos loiros, dum loiro, oiro e os olhos verdes, de um verde esmeralda, eu sei lá. Adorei, visto de fora, com olhos de fora.
um abraço rendido
De Sónia a 13 de Março de 2008 às 19:22
Olá, viva!
Obrigada pelo seu comentário.
Eu também adorei os Açores e o cozido feito lá é optimo! Só tive pena de não repetir mais vezes...
Um abraço!
De marina mendes a 13 de Março de 2008 às 20:15
por muitos cozidos k eu ja tenha comido, n ha nenhum igual aos das furnas...ainda por cima tive a oportunidade de o comer no parque terra nostra a seguir a um banho nakela piscina enorme, amarela cheia de enxofre! adorei as ferias nos açores, é lindo e maravilhoso!
De Sónia a 13 de Março de 2008 às 20:32
Também gostei muito dos Açores, e quem tem o previlégio de comer um cozidinho nas Furnas, é de Louvar!!! :-)
Acreditas que estive 6 meses nos Açores e NUNCA fui ao Parque terra Nostra????? Incrível, mas é verdade... Não calhou... :-) mas adorava ter ido, para ver de perto como era aquela piscina com água amarela :-) Não ficaste com o fato de banho estragado? :-) Adorei o teu cabeçalho do blog "trbalhe com as mãos" :-) Mete egipto... Sou mesmo apanhadinha! :-D devo ter sido uma egípcia!
Bjinhos!!
De marina mendes a 23 de Abril de 2008 às 15:13
ola eu tb devo ter sido egipcia numa outra vida, sou completamente fascinada por aquele pais, (nunca la fui, com muita pena) mas akela historia, o mistico, as piramides, os faraos, akele mundo fascina-me! e lindo!

não, não se fica com o fato de banho estragado, um cadito amarelo, mas nada que a agua não tire hihi

aquilo é maravilhoso, quero ver se volto lá, vi coisas lindas, fico sempre maravilhada a olhar pas fotos...que saudades...

Comentar post

badge

*mais sobre mim

*pesquisar

 

*Diz o que te vai na Alma!

*O meu orgulho!



Create a Lava Lamp